- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quinta-feira, 31 de março de 2011

AS MÁSCARAS DO EGO VI

Perfeccionismo

Procura fazer tudo perfeito. Exige essa perfeição de si mesmo e das outras pessoas também. Quando algo sai errado, como é comum acontecer, pois ainda estamos muito distantes da perfeição, o perfeccionista não aceita o erro. Culpa-se e pune-se por isso, quando é ele mesmo a errar, ou culpa e pune a outrem, quando outra pessoa praticou um ato errado.
Observando-se as aparências, poderemos achar que ter perfeccionismo é algo bom, pois a pessoa está sempre procurando fazer as coisas perfeitas. Mas isso é muito diferente da virtude da busca do aperfeiçoamento constante que provém do Ser Essencial, pois quem está nesse caminho, aceita que ainda não é perfeito e, portanto, admite o erro, analisando-o como um processo de aprendizado e crescimento.
A pessoa que está em busca de aperfeiçoamento constante, torna-se alguém flexível, aceitando os erros, seus e dos outros, como experiências geradoras de aprendizado.

Do livro: PSICOTERAPIA À LUZ DO EVANGELHO DE JESUS
            Alírio de Cerqueira Filho

2 comentários:

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida,

Depois de um longo período de aprendizado e amadurecimento interior, compreendi esta relação do perfeccionismo.
Te confesso que era até muito estressada devido ao fato de querer tudo do meu jeito e da melhor maneira.
Cobrava muito mais de mim do que dos outros.
Mas como seu texto abordou de forma espetacular: "Precisamos aceitar que ainda não somos perfeitos e, portanto, admitirmos nossos erros, analisando-os como um processo de aprendizado e crescimento.
Estamos em busca do aperfeiçoamento constante, tornando-se alguém flexível, aceitando os erros, como experiências geradoras de aprendizado."
E esta é uma busca constante, pois o aprendizado nunca termina.
Um grande beijo em seu coração!!!

RUTE disse...

Agora parece que vc está falando de mim...
Dessa busca do aperfeiçoamento constante que provém do ser essêncial.
Talvez por isso seja tão mais compreensiva com os meus proprios erros e com os erros alheios do que era antes.
Busco o aperfeiçoamento, não a perfeição absoluta. Essa não existe. E mesmo o aperfeiçoamento que busco é interior, não tem nada a ver com a perfeição segundo os moldes sociais.
Mais beijinho!
Rute