- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


terça-feira, 23 de agosto de 2016

ANIMAIS E ENERGIA

Pergunta - Meu cachorro morreu e eu gostava muito dele. Era como um filho para mim. Perto de casa apareceram três cãezinhos para adoção, mas eu não quis porque estou esperando o meu voltar. Estou errada?
Resposta - Não há o certo e o errado, há o nosso livre-arbítrio. Há o que nos convém e o que não nos convém. Temos toda a liberdade de escolher entre um procedimento e outro.
            Ninguém pode criticá-la por sua escolha, pois quem é que pode atirar a primeira pedra? Tendo em vista que para cada escolha há também uma consequência positiva ou negativa, de acordo com a lei de causa e efeito, é sempre bom pensar nisto. E, para nos ajudar a pensar bem, temos o Evangelho servindo de guia nas decisões.
            Nesse guia encontramos Jesus dizendo: “faça aos outros o que queres que lhe façam” e em outro trecho Ele diz: “ame ao próximo como a si mesmo”. Decisões como as que lhe causam dúvidas, cabem a cada um em situações semelhantes, mas o que você esperaria se fosse um bebê, que tivesse sido abandonado por sua mãe no meio da rua, sem poder se alimentar sozinho e sem condições de sobreviver, porque é ainda uma criança indefesa?
              O que você sentiria se encontrasse alguém que pudesse cuidar de você, mas não o faz porque está esperando por alguém que nem sequer sabe quando voltará ou se voltará?
               E se um destes animais abandonados for quem você estava esperando?
              Lembre-se de que o tempo é outro conceito relativo e o animal poderá reencarnar rapidamente ou não. Talvez já tenha reencarnado! Talvez você o esteja perdendo novamente! Quem sabe? As possibilidades são infinitas.


Fonte: A ESPIRITUALIDADE DOS ANIMAIS – Marcel Benedeti

2 comentários:

ღ Magda ღ disse...

É verdade Denise.
Estamos longe de compreender muita coisa e realmente as possibilidades no campo espiritual são infinitas.
Beijos no coração.

Blog da Abelhinha disse...

oi amiga, adote um animalzinho carente, minimize o sofrimento deles. Todo o bem que você fizer a um deles, com certeza, não terá sido em vão para a trajetória de seu espírito, que é eterno.