- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quinta-feira, 27 de abril de 2017

O PERDÃO NO CUIDAR DE SI E DO OUTRO

                Cuidar, um verbo cujo significado é pensar com carinho, atenção, dedicar tempo, planejar, priorizar, preocupar-se (ocupar com antecipação). Será que tenho cuidado de verdade da minha família? Ser pai ou mãe é a missão mais importante de nossas vidas.
                Tenho cuidado dos animais domésticos que moram comigo como o cão, o gato? Ou mesmo dos que me visitam para encantar as minhas manhãs, como os pássaros? Eles cuidam de nós na medida em que nos protegem dos perigos de um furto ou mesmo pelo carinho que nos dispensam.
                A casa onde moro como está? O jardim, as plantas, eu as molho pelo menos duas vezes ao dia? Podo as roseiras? Está provado que as plantas desenvolvem melhor com o cuidado e carinho do dono. Tenho feito o que posso no cuidado com a terra, ou seja, com o meio ambiente evitando contribuir para a poluição ou para a produção de lixo não reciclável?
                Tenho cuidado de mim observando de que me alimento, se faço ou não exercícios físicos, se procuro os profissionais de saúde para a revisão periódica? O nosso desleixo pode dar-nos prejuízos financeiros custando-nos, inclusive, a vida. Tenho observado o meu sono, meus sonhos, minha rotina?
                Cuidar de si e do outro é ter o ser humano como prioridade. É divertir-se sem embebedar. É ir à praia sem adquirir câncer de pele por ficar, irresponsavelmente, muito tempo exposto ao sol. É alimentar-se observando a qualidade e a quantidade do que se está comendo.
                Cuidar-se é viver com qualidade já que a vida é tão curta e passa tão rápido. Cuide-se e cuide de quem você ama.
                Cuide-se e cuide dos outros. Perceberás que isto é o mais importante da vida, que passa muito rápido deixando saudades desses tempos bons. Os dias de hoje são sempre os melhores dias.


Do livro: Terapêutica do Perdão – Aloísio Silva
imagem: google

Nenhum comentário: