- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


segunda-feira, 10 de abril de 2017

SOFRIMENTO ANIMAL

Pergunta - Onde trabalho eu vi, em uma noite fria, algumas pessoas desfilando com luxuosas vestimentas. No entanto, para terem esse luxo, houve muito sofrimento para diversos animais. Talvez elas não saibam que para aquecerem seus ombros e suas costas, muitos irmãos perderam suas vidas após sofrimento e dor. Já foi dito que, para os animais, nós somos deuses, mas estamos nos colocando como seus algores. O que você me diz?
Resposta - O Livro dos Espíritos esclarece que não foi dada a liberdade ao ser humano de abusar dos animais. Em O Livro dos Médiuns está escrito que Deus pôs seres inteligentes ao lado do homem para servir-nos, como auxiliares fiéis, mas em nenhum momento foi dito que dentro dessa submissão poderíamos transformá-los em matéria-prima da indústria. Hoje em dia existem diversas tecnologias de produção de tecidos sintéticos que substituem a pele dos animais (usados antigamente quando ainda éramos extremamente primitivos). Nada justifica abusarmos dos animais que não existem somente para nos servir, mas porque o princípio espiritual que habita seus corpos precisa evoluir por meio das experiências no mundo físico, ao nosso lado.
            Quando abusamos da liberdade e superioridade que temos sobre eles, adquirimos dívidas que até serem quitadas poderão nos atrasar na escalada evolutiva. As pessoas que compram animais selvagens nas beiras de estrada, que compram vestimentas feitas de peles de animais, que caçam e matam animais, que os maltratam, e que de algum modo provocam sofrimentos neles, adquirem um compromisso de ressarci-los antes de poder passar a outra fase evolutiva.
            Quanto a sermos deuses para eles, o Espírito de Verdade explica que isso é uma figura de linguagem, pois os antigos chamavam deuses aos que hoje chamamos de espíritos. Se fossemos deuses, que espécie de deus seríamos? Talvez do mal. Imagine se os espíritos superiores agissem conosco como agimos com os animais. Não seria uma experiência agradável. Na minha opinião, se fossemos realmente deuses, a maioria de nós seria como Moloc (um deus do mal). Seria louvável, para nossa evolução, agirmos como os espíritos benevolentes que nos assistem e se comprazem com nosso bem-estar, com a possibilidade de nos auxiliar e não abusar de nós.


Fonte: A ESPIRITUALIDADE DOS ANIMAIS – Marcel Benedeti
imagem: google

Um comentário:

Flora Maria disse...

Oi, Denise, vim agradecer seu comentário na minha postagem.
Essa questão Homens X Animais é muito complicada. O Homem se sente superior e acha que os Animais foram criados para servi-lo. E, em nome dessa servidão, muita maldade é feita...
Mas acredito que, um dia, o Homem enxergará o Animal como um irmão, e não como um servo.

Beijo