- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sexta-feira, 28 de abril de 2017

SOFRIMENTO ANIMAL

Pergunta - Eu gostaria de algumas explicações sobre o sofrimento dos animais, uma vez que é difícil de entender, mesmo sendo espírita.
Resposta - Emmanuel, o espírito que acompanhou o saudoso Chico Xavier, dizia que o sofrimento é subproduto ou parte do processo evolutivo. Como dissemos, os animais são seres eternos. São espíritos em evolução e necessitam passar pelas mais diversas situações, por mais dolorosas que sejam. Pelo sofrimento, os espíritos que estagiam na fase animal aprendem o que seja isso. Se eles não tivessem ou se nós não tivéssemos contato com a dor, nunca saberíamos o que seria isso. Se não soubéssemos o que é a dor, como saber o que é a falta dela ou o amor? É necessário que haja esse contraste para que reconheçamos um e outro e saibamos diferenciá-los para aplicar em favor de nossa própria evolução. Todas as situações penosas são aprendizado para o nosso espírito que tem evolução dinâmica. O sofrimento é relativo somente ao corpo físico e não ao espírito, e é uma interpretação dada pelo nosso sistema neurológico. Quando recebemos anestesia, antes de passarmos por uma intervenção cirúrgica, deixamos de sentir dor e, portanto, não sofreemos.
            Mas isso acontece porque já atingimos u grau de aprendizado em que não é necessário sentir tanta dor quanto antigamente, quando a dor para nós era uma forma de nos despertar a compaixão, senão não saberíamos, por exemplo, o que é ser compassivo com aquele que sofre porque simplesmente não saberíamos o que é o sofrimento e a dor. Como ajudar a aliviar a dor de alguém que sofre se nunca experimentamos aquilo que o outro está sentindo. É provável que não ajudássemos ninguém. Seríamos deficientes espirituais. Tanto para nós quanto para os animais, isso é um aprendizado importante nesse mundo de dor.


Fonte: A ESPIRITUALIDADE DOS ANIMAIS – Marcel Benedeti
imagem: google

Nenhum comentário: