- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


domingo, 27 de maio de 2012

SOLIDARIEDADE AOS TAREFEIROS ESPÍRITAS

                Convencionou-se em nossas fileiras doutrinárias o amor ao próximo como sadio programa de vida e equilíbrio. Uma idéia correta, mas não completa. Incluindo também o amor a Deus e a si.
                Quem ama descobre os caminhos da autêntica liberdade.
                Faz-se luz e amor a outros, contudo, todo espírita sincero deve indagar de si mesmo, se está adquirindo sua própria luz como conquista inalienável.
                O decantado encontro consigo mesmo é penoso, sacrificial.
                O mau entendimento dessa questão moral tem ocasionado uma campanha intensa pelos exercícios de caridade organizada e distraído o espírito de resgatar-se a si próprio.
                Quase sempre essas tarefas constituem campos de treinamento do hábito de amar e da sensibilização do afeto para com o outro, sem apontar caminhos para como estabelecer o auto-encontro, o amor a si.
                Benevolência, indulgência e perdão são movimentos íntimos da alma, caminhos da caridade para com o outro, mas acima de tudo é luz que se acende no coração e com a qual devemos iluminar o próprio destino.

MEREÇA SER FELIZ – Superando as ilusões do orgulho        
Wanderley S. de Oliveira – Espírito Ermance Dufaux          

Glitter Symbols - ImageChef.com

3 comentários:

She disse...

Excelente semana minha querida! E que bons ventos soprem em nossa vida, sempre!
Bjbj
She

Anne Lieri disse...

Denise,uma reflexão muito apropriada,pois de nada vale acender uma luz para os outros, se andamos na escuridão!bjs,

Jorge (Nectan) disse...

A nossa melhoria é o início do bem a realizar, com consciência.

Uma ótima semana e um doce beijo, Anjo!!!