- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


domingo, 25 de janeiro de 2015

EUTANÁSIA DE ANIMAIS

60- Desde que fizemos eutanásia no meu cão que estava com câncer, não fico sossegada. Choro muito ao lembrar dele. Será que ele sofre quando eu choro?
- Se a situação fosse inversa, isto é, se fossemos nós desencarnados e tivéssemos com pressa em reencarnar: Como sentiríamos se, de tempos em tempos, tivéssemos que reiniciar o processo preparatório, por uma interferência externa incontrolável?
   Como nos sentiríamos se, em vez de reencarnarmos rapidamente, tivéssemos que ficar mais tempo em estado de suspensão à espera de que a interferência se desfizesse?
    Certamente seria uma situação angustiante, pois não saberíamos quanto tempo duraria.
    Não estamos dizendo para nos desligar totalmente, pois isso seria difícil e demonstraria, talvez, certa indiferença quanto à sorte de nosso amigo que partiu, mas não podemos exagerar nesta ligação com eles para evitar prejuízos.

    Precisamos ter em mente que vão para um lugar melhor e que rapidamente retornarão para junto de nós ou de outros.

Fonte: A ESPIRITUALIDADE DOS ANIMAIS – Marcel Benedeti
imagem: google

2 comentários:

Go Artes disse...

Querida Denise, é uma decisão, bastante difícil. Eu tive dois amiguinhos, um a indicação era a eutanásia mas, na hora que telefonava para meu marido avisando desta decisão, ao voltar encontrei-o já desencarnado, eu chorava e agradecia ao Pai por essa graça de não concretizar a decisão; a femea, que era muito especial, teve 3 tumores, no último decidimos, ela já com 12 anos, não tirar( seria necessário amputar a sua pata trazeira) também fomos abençoados, pois ao levá-la ao veterinário ela já estava em fase terminal.
Sou amante dos animais e tenho muito respeito por todos eles.
Xerocas carinhosas para ti e uma semana de muita luz!
Go

Élys disse...

Uma página muito úti, pois se ficarmos lamentando a perda de nosso animal, certamente, estaremos criando uma situação angustiante para ele.
Beijos.