- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sábado, 9 de julho de 2016

O AVISO

                Valdira Bentevi tivera um dia exaustivo de trabalho. Além das lides profissionais, fora também à instituição de assistência, onde prestara colaboração amorosa no atendimento aos necessitados.
                Por isso naquela noite de sexta-feira, deitou-se mais cedo. Programara para o final de semana uma visita a casal de amigos, em fazenda próxima. Viajaria logo pela manhã.
                Como era costume, antes de dormir, abriu o Evangelho. Leu um tópico. Meditou alguns minutos. Depois, começou a orar.
                Quando terminou a prece, percebeu agradável sensação, invadindo-lhe o corpo cansado. Não dormia ainda, mas parecia que sonhava. A figura de uma senhora de meia idade, antiga assistida da instituição, de quem cuidara com zelo e carinho durante longa enfermidade, surgiu-lhe a frente, falando com indisfarçável apreensão:
                - Cuidado, dona Valdira. Vá à oficina.
                A visão durou apenas alguns segundos, seguindo-se de profundo sono.
                Só no dia seguinte, Valdira lembrou-se do ocorrido e, antes de viajar, passou pela oficina mecânica, para uma vistoria no carro.
                Descobriu-se, então, extenso defeito num pneu dianteiro, que sem dúvida estouraria durante a viagem, provocando grave desastre.
                O aviso salvara-lhe a vida.

Hilário Silva


Fonte: Novas Histórias – Antônio Baduy Filho
imagem: google

3 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Cara amiga Denise, acho, na minha ignorância, que a pessoa envolvida em auxílio a terceiros, acaba recebendo ajuda do mundo espiritual diante dos perigos desta existência.
Um abraço. Tenhas um domingo iluminado.

PequenaIv disse...

Olá Denise...

Com certeza temos muita ajuda em nosso
dia a dia, muito mais do que imaginamos...
Bom domingo!
Beijo
Ivete

*

tesco disse...

Não resta dúvida que nossos amigos, mesmo "mortos",
se preocupam com nosso bem-.estar. Frequentemente, recebo
incentivos e recomendações de amigos "falecidos", através
da mediunidade de minha esposa.
A imortalidade do espírto e conmunicação pós-morte
sempre foram realidade pra mim.
Beijos.