- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sexta-feira, 30 de setembro de 2016

NINGUÉM PODE VER O REINO DE DEUS, SE NÃO NASCER DE NOVO

                Observamos que durante nossa existência atual, imergidos ainda nas paixões materiais, nossos objetivos imediatos são aqueles que dizem respeito à família, às amizades, às relações sociais, ao trabalho e tantos outros que fazem parte de nossas aspirações existenciais atuais e materiais. Quando tudo concorre ao nosso bem-estar e conquistas isso nos garante satisfação física e emocional momentânea.
                Embora muitos de nós mesmos, possuindo esclarecimento doutrinário, muitas vezes já resolvidos materialmente e tendo garantido conquistas que nos deixam satisfeitos, devido nossa posição na vida atual, encontramo-nos, muitas vezes, mortos, pelo desânimo e incapacidade de realizar algo que não é material e sim moral.
                Quantos de nós ainda estamos mortos, pelo orgulho do perdão não realizado, pelo remorso do tempo perdido, pela preguiça da prática no bem por considerarmos que já estamos com uma vida estabilizada e nada mais precisamos realizar! Quando sabemos que a verdadeira vida não é a material e sim a espiritual, o que remete a prática de ações benéficas e transformações morais que devemos realizar... reconhece-se o verdadeiro espírita pelos esforços que faz para mudar suas más inclinações.
                É imprescindível que mesmo com as dificuldades que temos, os problemas que sempre atormentam a alma, os desânimos que nos acometem, tenhamos coragem para nascer de novo.
                Nascer de novo para o perdão, nascer de novo para vencer nossos vícios, nascer de novo para buscar a mudança íntima que deve ser realizada pouco à pouco, e assim sermos exemplos para aqueles que estão a nossa volta.
                É nesse sentido que abordamos o tema ora estudado, onde observamos que estamos tendo a dádiva da presente reencarnação, para buscarmos nosso progresso e realizarmos ações que nos promovam o progresso espiritual.
                Na pergunta 167 de O Livro dos Espíritos, Kardec pergunta: Qual é o objetivo da reencarnação? Responde o Espírito da Verdade: expiação, aprimoramento progressivo da humanidade, sem isso, onde estaria a justiça?
                Deus que é soberanamente justo e bom dá-nos agora a oportunidade de realizar, aprimorar e corrigir nossas mazelas e buscar o progresso.
                Pois como na frase de Kardec: Nascer, viver, morrer, renascer de novo e progredir continuamente, tal é a lei, temos o devido esclarecimento e a base para que sigamos convictos de nossa posição e missão junto a Doutrina Espírita e nossa transformação moral.
                Assim, sigamos confiantes ante aos obstáculos que surgirão, com a certeza que estamos nascendo de novo a cada amanhecer, para realizar as obras que nos são confiadas.

Juliana P. C. Cuin


Fonte: Jornal Espiritismo Estudado – set/2015
imagem: google

Nenhum comentário: