- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quarta-feira, 6 de junho de 2012

AUXÍLIOS INVISÍVEIS


                Nem sempre conseguimos perceber com lucidez os auxílios espirituais que recebemos de Mais Alto. No entanto, nossa existência é controlada por uma Fonte Divina, perfeita e harmônica, cuja única intenção é a evolução das almas.
                O que nós conhecemos não é a realidade, mas o que a nossa instrumentalidade pode perceber sobre ela. A plenitude da realidade é muito maior do que a idéia ou imagem que concebemos do mundo.
                Podemos definir  como míope espiritual aquele que toma a parte pelo todo e impõe a si e aos outros essa parte como sendo o todo.
                Da mesma forma que não podemos calcular com precisão, e de modo consciente, os benefícios da respiração, da água, dos alimentos e das energias da Natureza em nossa vida orgânica, igualmente não nos damos conta dos benefícios da movimentação desencadeada pelos processos transcendentais que nos alcançam a vida íntima.
                O Criador nos protege de forma contínua, suprindo-nos interna e externamente, quer reconheçamos, ou não.
                Na vida física, a criatura se desenvolve sem notar precisamente como ocorre esse fenômeno invisível em seu cosmo orgânico. /do mesmo modo, espiritualmente, progredimos e amadurecemos sem perceber como se processam o insights, isto é, a clareza súbita na mente, ou os saltos evolutivos promovidos no interior de todas as coisas e seres viventes.
                Quando cremos que os auxílios invisíveis fazem parte de nossa existência, desenvolvemos o potencial de religiosidade – encontrar Deus em nós – e saímos das nossas zonas de conforto para níveis de consciência cada vez mais amplos e elevados.
                No campo da fisiologia, o termo homeostase foi criado para definir o processo auto-regulador pelo qual um organi9smo se mantém num adequado e constante ponto de equilíbrio.
                É um mecanismo de proteção ou de compensação que o corpo físico dispõe para equilibrar as diversas funções e composições químicas internas.
                Podemos traçar um paralelo entre o princípio da homeostase existente no organismo humano com o processo auto-regulador atuante na estrutura da psique.
                No inconsciente, o self, arquétipo central que tem a função de unificar, reconciliar e reequilibrar todo o governo psíquico, mantém, de modo semelhante, uma sabedoria instintiva que pode corrigir desacertos e excessos da consciência, equilibrando-a e protegendo-a dos perigos da alienação.
                Jung colocou no centro de todo processo psicoterápico o princípio do poder atuante e autônomo do inconsciente. A autêntica psicoterapia nada mais é do que saber escutar e acompanhar o outro, com ouvido empático, interpretando as manifestações e possibilidades oferecidas pelo poder criativo e atuante do próprio inconsciente, isto é, a onipresença e onipotência de Deus em nós.
                Esta fé é a entrega incondicional aos desígnios de Deus. Ela não se limita à esfera religiosa, não se identifica com estudos teológicos e eclesiásticos e não se deixa restringir a nenhuma igreja ou seita. Ninguém possui o monopólio dessa fé, uma vez que ninguém pode viver sem ela.
        O auxílio invisível chega a todos nós com a mesma sutileza com que os raios do sol fazem aparecer o dia. Justos e injustos recebem invariavelmente o suprimento divino, e ele desce imperceptível sobre as criações e as criaturas como um orvalho fecundo fundamental à nossa vida de espíritos imortais.

UM MODO DE ENTENDER, UMA NOVA FORMA DE VIVER
Francisco do Espírito Santo Neto – Espírito Hammed                     

Glitter Symbols - ImageChef.com

Um comentário:

COLHENDO FLORES ENTRE ESPINHOS disse...

Adorei ler o texto.
Otimo dia para vc
bjs
juliana