- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quinta-feira, 17 de julho de 2014

VOCÊ ESTÁ EM TRATAMENTO II

                Diversas vezes somos conduzidos a viver situações que julgamos serem injustas e, diante de nossa consciência atual, não encontramos motivos que justificasse a necessidade de experimentarmos esta prova ou expiação, contudo, a ideia de que todos na Terra ou em qualquer canto do universo que não esteja em considerável situação de adiantamento moral e espiritual está, desta forma, em tratamento. Afinal, se o mal não é permanente em nós e caminhamos para bani-lo dos nossos valores e condicionamentos, vemos a vida como uma grande terapia. Paulatinamente vamos promovendo em nós a profilaxia da alma, controlando a infecção da revolta, combatendo o vírus da maldade, a bactéria da ignorância e por aí vai até que um dia, recebemos de nossa própria consciência a tão esperada alta médica, ou neste caso, espiritual.
                Contudo, enquanto não recebemos alta e prosseguimos internados no educandário terreno, estamos em tratamento.
                Assim como não temos competência para discutir com o médico o diagnóstico sobre nosso caso, devemos menos ainda discutir, ou melhor, contrariar a vida em suas imposições de experiências reparadoras.
                Dificilmente uma injeção ou um remédio amargo parece justo, no máximo reconhecemos sua eficácia depois de sermos submetidos a ele. Na vida, ocorre o mesmo. Muitas vezes os processos de correção espiritual parecem injustos e desnecessários mas, um dia, depois de nossa alta, poderemos avaliar com precisão a necessidade do remédio educativo. Desta forma, diante das contrariedades que surgirem em sua vida, não se queixe, segue trabalhado, afinal, estamos em tratamento.


Do livro: Terapia Antiqueixa – Roosevelt Andolphato Tiago
imagem: www.torange-pt.com

Um comentário:

tesco disse...


Que absurdo pensarmos em injustiça quando falamos
na espiritualidade, não?
Há pouco recebi mensagem sobre uma menina de 4 anos,
no RS, padecendo de "Dermatólise bolhosa", em que,
toques na pele ocasionam feridas.
Nem quero imaginar as responsabilidades
cármicas que podem levar a isso.
Mas devemos sempre nos lembrar que sofremos expiações,
mas também passamos por provas.
Em todo caso, os problemas físicos nos advertem,
a toda hora, de que somos pacientes espirituais.
Por isso, "estamos em tratamento".
Beijos.