- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

COLHER E GARGANTA

Cap. IX – Item 2
Imaginemos a língua como sendo a colher do sentimento.
Mentalizemos o ouvido por garganta da alma.
Tudo o que falamos é ingrediente para a digestão espiritual.
Bondade é pão invisível.
Gentileza é água pura.
Otimismo é reconstituinte.
Consolação é analgésico.
Esclarecimento construtivo é vitamina mental.
Paciência é antitóxico.
Perdão é cirurgia reajustante.
Queixa é vinagre.
Censura é pimenta.
Crueldade é veneno.
Calúnia é corrosivo.
Conversa inútil é excedente enfermiço.
Maledicência é comida deteriorada.
Falando, edificamos.
Falando, destruímos.
Falando, ferimos.
Falando, medicamos.
Falando, curamos.
Disse o Divino Mestre: “Bem-aventurados os pacificadores...”
Usemos para com os outros o alimento da paz, porque, estendendo paz aos outros, asseguramos paz a nós mesmos. E, com a paz, conseguiremos possuir espaço e tempo terrestres, em dimensões maiores, para que aprendamos e possamos, realmente, servir.
Hilário Silva

Fonte: O Espírito da Verdade         
Francisco Cândido Xavier - Waldo Vieira
imagem: querido.com.br

2 comentários:

ॐ Shirley ॐ disse...

Denise, essa frase do Amado Mestre Jesus , "Bem-aventurados os pacificadores", nos convida a fazer um exame de consciência...Estamos fazendo o melhor que podemos? Mudar é penoso, a renovação exige sacrifícios...
Amiga, muita paz e muita luz!

tesco disse...


Muito cuidado e amor ao falar.
E moderação ilimitada.
Porque vinagre, pimenta e sal sáo ótimos condimentos,
em excesso, entretanto, estragam qualquer alimento!
Beijos.