- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

COMPREENSÃO II

                O mundo está repleto de pessoas surdas que conversam; de convivências mudas que se expressam.
                Fala-se muito sobre nada e dialoga-se em demasia sobre coisa nenhuma, resolvendo-se uma larga fatia de problemas, que permanecem.
                Quando alguém se te acerque e fale, procura ouvi-lo e registrar-lhe a palavra. Talvez não tenhas a forma ideal para dar-lhe, em disponhas do que ele espera de ti. Muitas vezes, ele não aguarda muito e somente fala por falar.
                Concede-lhe atenção e o estimularás, facultando-lhe sentir-se alguém que desperta interesse.
                Se ele resolve confiar em ti e se desvela, respeita-lhe a problemática e ajuda-o, caso tenhas como fazê-lo.
                Por tua vez, vence o medo de te revelares. Certamente, não abdicarás da prudência nem do equilíbrio; no entanto, é saudável dialogar, descerrar painéis  escondidos pelo ego ou mascarados para refletirem imagens irreais.
                Na tua condição de criatura humana frágil, a convivência honesta com outras pessoas contribuirá eficazmente para a tua harmonização íntima.
                Assim, torna-te compreensivo, paciente, um terapeuta fraternal.
                Não cries estereótipos, nem fixes pessoas a imagens que resultam de momentos.
                Todos estamos em contínuas transformações, e nem sempre se é hoje o que ontem aparentava-se. Novas experiências e lições vieram juntar-se à pessoa de antes, qual ocorre contigo. É o inexorável imperativo do progresso em ação.
                Compreendendo o teu próximo e relacionando-te com ele, serás mais bondoso para contigo; percebendo-lhe a fragilidade, serás mais atencioso para com os teus limites e buscarás crescer, amando e amando-te mais.

Fonte: MOMENTOS DE SAÚDE E DE CONSCIÊNCIA
Divaldo P. Franco/Joanna de Ângelis      
imagem: google 

Nenhum comentário: