- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quinta-feira, 20 de agosto de 2015

CAMINHOS PARA A SAÚDE IX

8 Meditar Retamente
                O hábito saudável de pensar conduz à etapa final, que é meditar retamente.
                Fixam-se nos painéis da memória, por educação mental perniciosa, em maior quantidade, as impressões infelizes, os atos reprováveis, as aspirações inferiores e, por isso, afirma-se com leviandade que meditar é muito difícil.
                Bata, porém, que se mude a direção dos hábitos mentais e se criarão as base da meditação.
                Como não se vive sem pensar, exceção feita aos portadores de psicopatologias graves, deve-se fazê-lo sempre de forma positiva e otimista, gerando novo costume no campo mental até que seja absorvido e transformado em automatismo pela repetição natural.
                Por mau hábito, quando algo de negativo acontece, a pessoa se deixa consumir, entregando-se, comentando, repetindo e fixando, quando a atitude a tomar deveria ser totalmente oposta. No entanto, quando algo de bom e útil acontece, raramente se analisa, penetra e revive, logo substituindo-o por outro fato desagradável, acostumando-se com o último em detrimento do anterior. Natural que, desacostumado à reflexão em torno do bem e a paz, da saúde e da alegria, tenha-se dificuldade em meditar retamente.
                Nas primeiras tentativas, os arquivos da memória liberam as impressões deprimentes, perniciosas, e o candidato desiste, quando deveria prosseguir com esforço para liberar-se dessas e fixar as novas imagens e aspirações geradoras de saúde, de felicidade.
                A concentração é a fixação da mente, por interesse ou seleção, em qualquer pensamento, em alguma ideia especial que se deseje analisar ou reter.
                A meditação é a aplicação da concentração na busca de Deus, interiormente, com determinação e constância. Seu objetivo único é o de atingir o fluxo divino e conhecer Deus, senti-lo e alimentar-se da Sua energia. É o estado de quietação mental.
                Jesus afirmou: “O teu olho é a luz do tu corpo. Se o teu olho for um só, todo o teu corpo será luminoso.”
                Se o indivíduo permitir-se olhar para dentro, todo ele se torna uma só ideia visual, ao captar a luz divina, igualmente todo ele se fará luminoso, e nenhum sofrimento o perturbará, graças à aquisição da saúde integral.
                A meditação reabastece de energias salutares, refazendo a harmonia do psiquismo e este a do organismo físico.
                Quem medita retamente, crê, quer, fala, opera, vive, esforça-se e pensa com retidão, adquire os valores indispensáveis à salvação. Nesse estágio a pessoa doa-se e já não mais vive, sendo o “Cristo quem vive” nela.
                ... Liberta-se, por fim, do sofrimento.

Fonte: PLENITUDE         
Divaldo Pereira Franco/Joanna de Ângelis
imagem: google

Nenhum comentário: