- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


domingo, 8 de dezembro de 2013

AUTOCONVENCIMENTO

           
          O vício da queixa, depois de certo tempo de existência, gera um autoconvencimento das realidades apresentadas pela lamentação. Passamos a ter certeza de que a causa de nossa queixa é realmente grande. E às vezes pode até ser, entretanto, não á nada que não possa ser resolvido ou administrado. Lamentar é sempre um processo de agravamento da situação atual.
                Após estarmos convencidos de que nossa vida é difícil e com grandes problemas, passamos a não perceber as situações positivas que também sempre existem. Quanto mais reclamamos de um fato ou de uma situação existente em nossa vida, o que nos desagrada se torna fixada em nós.
                Existem no mundo inúmeros heróis anônimos vencendo a vida e as próprias limitações. Pessoas vencendo as misérias, doenças e situações aparentemente sem correções, porque não se permitiram convencer da grandeza do problema. Quanto mais você reclamar de alguma coisa mais vai se autoconvencer de que ela é real.
                Lamentar determinado problema dá resistência para que ele prossiga em nós. Desta forma, se quiser vencer alguma coisa ou situação, comece não reclamando dela, mesmo que ela esteja presente na sua intimidade. Vença-a no silêncio.
                Não podemos querer viver livres para sermos felizes se nos comportarmos como escravos de nós mesmos. Bom mesmo é convencer-se de que não há do que se queixar, independente dos problemas. Isso sim é uma atitude inteligente e que gera vantagens a nosso favor.
                Passamos, muitas vezes, desde crianças ouvindo nossos pais reclamarem da vida, do trabalho diário, das dificuldades de viver em família, das mudanças do tempo e por aí vai...
                Crescemos e damos sequência na mesma toada de lamúrias, demonstrando uma completa incompreensão dos mecanismos que conduzem o crescimento da humanidade.
                Enquanto que pelas queixas nos convencemos de que temos uma vida triste, a confiança no futuro nos daria a força necessária para prosseguir e vencer e, esta confiança, apenas pode ser obtida com constante empenho de entender as leis que regem a vida e sua soberania.
                Por fim, enquanto nos queixarmos de uma coisa, mais esta coisa estará em nós. Afinal, se estamos fixados em determinado ponto, estamos da mesma forma presos nele.


Do livro: Terapia Antiqueixa – Roosevelt Andolphato Tiago


x_3c9af347

5 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Pois é amiga Denise, existem pessoas que passam a vida reclamando de coisas banais, situações segundo elas, desgastantes, coisas pelas quais praticamente todo mundo passa, que fundo é o ônus da existência, entretanto, se tais pessoas melhorassem o astral, viveriam de forma muita mais tranquila.
Um abração. Tenhas um domingo iluminado.

Marlene disse...

Bom dia amiga Denise
mais um ano em que partilhamos alegrias sonhos amizade sou
grata a Deus por me permitir estar
entre seus amigos e leitores que ele
possa nos permitir que em 2014
continuemos a divulgar nossa fé nossa esperança num mundo melhor feliz natal amiga um grande abraço com muito carinho marlene

Dilmar Gomes disse...

Pois é, as queixas...
Na minha juventude tinha o hábito de de reclamar de quase tudo que não me favorecia, ou por outra, se meu projetos de vida não eram confirmados, eu começava a choramingar, a culpar o céu e a terra...
Comecei a mudar de atitude quando me ensinaram que nada neste mundo acontece por acaso.]
Um abração. Tenhas uma semana iluminada.

Mari Rehermann disse...

Denise querida, como ainda preciso aprender sobre isso...por mais que eu seja positiva, que tenha fé e esperança, tem dias que o fardo parece que se torna mais pesado...tenho me esforçado muito para mudar isso, mas de vez em quando ainda caio em lamentações...isso só me faz mal, muito mal!! Mas, estou me esforçando com vontade, e tenho certeza que, com o tempo, eu saberei ser grata ao universo e ao Criador em todos os momentos, nos bons e nos ruins!!

Beijos!! ♥

tesco disse...

A máxima de Hitler realmente funciona: "Repita muitas vezes a mesma coisa, e ela acaba parecendo verdade" (Mein Kampf, 1934).
Nesse caso, porém, a vítima é o próprio divulgador.
Caio nessa não!
Beijos.