- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

CICLOTIMIA II

             
              Conserva o humor a toda dificuldade, entendendo que a vida sempre vai aprontar uma para o homem, mas é a finalidade dela! Ao não permitir que fiquemos estacionados na evolução, sempre aparece algo novo. Sorria e resolva. O que não for possível resolver com bom humor, comece ao menos solucionando com paciência.
                Podemos facilmente perceber que diante das dificuldades naturais da vida, vamos perdendo a propriedade de sorrir. Caminhamos com expressão fechada e tensa sendo que esta postura sempre agrava a situação. Se observarmos nossa maneira de se comportar durante a vida, veremos que quando estamos caminhando e encontramos alguém que vem em sentido contrário, se sorrimos para ele, a tendência é que a outra pessoa sorria também. Já, se apresentamos cara fechada, geralmente recolhemos daquele transeunte a mesma situação.
                Bem, se isso ocorre em parâmetros menores imagine nos maiores. Se até na vida física as pessoas reagem de maneira semelhante ao que oferecemos, podemos ver esta situação dilatada para as questões espirituais.
                Quando caminhamos e sorrimos para a vida ela sorri também, como resultado do mesmo processo natural encontrado aqui. E quando fazemos cara feia ao que ela nos oferece, sem mudar a oferta, ela age da mesma forma.
                Sem falarmos ainda no processo de atração espiritual, uma postura assentada na manutenção do bom humor nos preservaria das investidas malévolas dos espíritos menos felizes.
                Reaprenda a sorrir, a ser gentil e a não exigir que as outras pessoas pensem ou ajam como você. Dê para elas o direito de serem diferentes exigindo apenas de você mesmo que se comporte cada vez melhor. Afinal, de que vale a liberdade se não dermos às pessoas o direito de escolher serem o que quiserem.
                Ninguém cresce ou se desenvolve à força, nem amadurece antes do tempo. Preocupe-se com seu adiantamento apenas, pois é o único de sua responsabilidade direta.
                Leve a vida mais leve e confie sempre! Amigos adoráveis nos acompanham o tempo todo, sugerindo na intimidade de nossa consciência a opção pela vida acima de tudo. Que possamos oferecer à eles uma condição agradável ao nosso lado, como mostra de confiança no futuro e certeza da força do bem.
                Confia na vida e a vida, pela sabedoria  do acaso, confiará em você!


Do livro: Terapia Antiqueixa – Roosevelt Andolphato Tiago
imagem: nectantaurus.blogspot.com

Um comentário:

tesco disse...

Boa atitude recomendada: As dificuldades sempre vêm, sorria!
Pois é, se adiantasse fazer cara feia, os "maus" sempre ganhariam nos filmes de faroeste! Rios.
Beijos.