- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


domingo, 9 de fevereiro de 2014

JESUS E HUMANIDADE II

Jesus é a personagem histórica mais identificada com o homem e com a humanidade.
Todo o Seu ministério é feito de humanização, erguendo o ser do instinto para a razão e daí para a angelitude.
Igualmente, é o Homem que mais se identifica com Deus.
Nunca se lhe refere como se estivesse distante, ou fosse desconhecido, ou temível.
Apresenta-o em forma de Amor, amável e conhecido, próximo das necessidades humanas, compassivo e amigo.
Reformula o conceito mosaico e atualiza-o em termos de conquista possível, aproximando os homens dele pela razão simples de Ele estar sempre próximo dos indivíduos que se recusam a doar-se-lhe em amor.
Referindo-se ao “reino”, não o adorna de quimeras nem o torna pavoroso; antes, desperta nos corações o anelo de consegui-lo na realidade da transcendência de que se reveste.
Nega o mundo, sem o maldizer, abençoando-o nas maravilhosas paisagens nas quais atende a dor, e deixa-se mergulhar em meditações profundas sob o faiscar das estrelas luminiferas do Infinito.
Jesus, na humanidade, significa a luz que a aquece e a clareia.

Fonte: JESUS E ATUALIDADE  
DIVALDO PEREIRA FRANCO/JOANNA DE ÂNGELIS


x_3c9af347

Um comentário:

tesco disse...

Todo amor, todo simplicidade, todo desvelo pela humanidade!
Passou a vida exemplificando a bondade, a generosidade, o desprendimento.
Ainda assim, há quem prefira vê-lo com um chicote de cordas na mão, açoitando pessoas!
Durma-se com um barulho desses!
Beijos.