- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


terça-feira, 18 de outubro de 2016

O PERDÃO A DEUS

                Alguns de nós temos uma fé vacilante, uma fé interesseira pois a fé está proporcionalmente ligada ao nosso bem-estar, ao nosso conforto. Basta uma prova difícil como  esta para nossa fé ser abalada e nos revoltarmos contra Deus. Abandonamos a religião a quem éramos pouco ou nada devotados. A religião só é interessante para nós se formos eternamente felizes, os escolhidos em um reino dos céus que para nós é aqui na Terra, ou seja, sem querer materializamos o Pensamento Divino.
                A causa de todas as coisas na verdade, para nós, é um ser que deve fazer as nossas vontades, como uma criança pirracenta e egocêntrica que acha que todos os brinquedos só pertencem a ela?
                Se Deus é a causa primeira de todas as coisas, o onisciente e onipresente, Ele deve saber por que tal ou qual coisa acontece. Se nós não a compreendemos é pela nossa pequenez psicológica e por sermos pigmeus espirituais.
                Consciente do quanto somos pequenos diante da grandeza do Pai Celestial, sintamos a dor confiantes de que esta passará. Mesmo não compreendendo por que aconteceu.
                As dores morais são muito fortes mas é nesse momento que temos a oportunidade de  provar a nossa crença, como dizem os religiosos, dar o nosso testemunho. Prestemos atenção quando formos orar o Pai Nosso: “Pai Nosso que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade aqui na Terra como nos céus”...


Do livro: Terapêutica do Perdão – Aloísio Silva
imagem: google

2 comentários:

Élys disse...

Perante as dores é necessário que tenhamos verdadeiramente fé para acreditarmos que estas são aprendizados e que Deus está junto de nós e no tempo certo tudo passará.
Um abraço.

Élys disse...

Como sempre uma página muito boa para se refletir.