- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

OS ADVERSÁRIOS, MESTRES OPORTUNOS II


O processo de transformação interior, no qual os instintos cedem lugar aos valores da razão e da consciência, é lento, ainda mais tendo-se em vista que nem todos os viandantes da indumentária material iniciaram-se no empreendimento espiritual no mesmo instante.
            Procedentes de especiais momentos da evolução, incontáveis, inevitavelmente se encontram em patamares diferentes, que explicam as diversas aspirações que os tipificam.
            Felizes aqueles eu já compreendem os impositivos da existência terrena, após vencerem os impulsos agressivos que lhes conferiam a sensação de dominadores do mundo e que o sentido exclusivo da vilegiatura carnal seria a conquista dos prazeres e das sensações que mais os agradam.
            Aqueles que são mais fisiológicos do que psicológicos detêm-se nas faixas das paixões dos primeiros tempos e, mesmo quando a consciência se lhes desperta, prosseguem vivenciando um período de transição que ainda lhes não permite uma perfeita visão da realidade. Embora ansiando por algo melhor, competem, quando deveriam cooperar, malsinam os companheiros, quando lhes cabia o dever de os auxiliar, porque a predominância do ego torna-os ambiciosos e prepotentes.
            Não saem servir com abnegação, sem servir-se, retirando os lucros do orgulho e da presunção, que lhes constituem a moeda retributiva. Podem mesmo desejar ser melhores, no entanto os impulsos afligentes que resultam dos conflitos e dos complexos de inferioridade que os acompanham de existências pretéritas transformam-nos em inimigos de todos aqueles que supõem lhes farão sombra.
            São infelizes, disfarçados de joviais, humanitários e bondosos, na hipocrisia em que vivem, ocultando os sentimentos inferiores.
            Desse modo, transformam-se em adversários perversos dos demais que não lhes compartem as idéias e que pensam pretender excluir.

(continua)

Do livro: Entrega-te a Deus     
Divaldo Pereira Franco/Joanna de Ângelis

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more

Um comentário:

Maria José Rezende disse...

Olá Denise. Estou aguardando a outra parte para imprimir tudo e levar para o meu grupo de estudo no Centro Espírita. Beijos.