- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quarta-feira, 11 de novembro de 2015

HÁBITO DA SOLIDARIEDADE II

                Fazer ou deixar de fazer o bem é efeito natural da fé que se mantém, definindo-lhe a qualidade, cuja ação se transforma em hábito, que se incorpora à natureza, à personalidade de cada um.
                Quem se não acostuma a doar, nunca dispõe de oportunidade para auxiliar, encontrando motivos injustificáveis para recusar-se.
                Aquele que se aclimata ao trabalho solidário, sempre dispõe de tempo e recursos para fazê-lo.
                Os desocupados e indiferentes estão sempre muito cheios de horas vazias para tentar preencher algum espaço, por isso não dispõem de tempo para nada.
                Vivem extenuados pela inutilidade e pessimismo.


Fonte: ALERTA – Divaldo Pereira Franco/Joanna de Ângelis
imagem: google

2 comentários:

Carlinha disse...

Oi Denise, ai está uma grande verdade! bj grande luz e bem p vc!

Maria José Rezende de Lacerda disse...

Olá Denise. É isso mesmo. A maioria das pessoas tem um monte de coisas vazias para fazer. Estão sempre atribuladas, na correria. No final do dia, estão cansadas e frustradas. Doar faz bem à alma. Bjs.