- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


domingo, 24 de abril de 2011

RACIONALIZAÇÃO

É um processo pelo qual o indivíduo busca justificar quaisquer pensamentos, sentimentos ou ações que julgou inaceitáveis, mediante motivos justos aparentes, que são mais toleráveis do que os verdadeiros.
As razões reais de sua conduta são mascaradas por alegações falsas. A pessoa não admita aquela ação que ela quer realizar é errada, embora em sua consciência isso esteja bem claro. Apesar disso, assume a máscara egóica da racionalização.
Ninguém tem o direito de “vomitar” os seus desequilíbrios em cima dos outros. Deve examinar as causas pelas quais está sentindo tudo aquilo, para poder transmutar os sentimentos, sem fazer mal a si mesmo. “Engolindo” a raiva e a cólera, ou aos outros, “vomitando-as”, esses sentimentos saem de nós e retornam para nós mesmos e todos acabam ficando mal com isso.
Esse mecanismo de fuga torna-se um desequilíbrio psicológico grave, se for utilizado continuamente. Ninguém pode mudar um mal em bem, apenas porque se recusa a aceitar esse mal, deve-se trabalhar esse mecanismo, a fim de ser transmutado, ao invés de ser ignorado ou justificado através da racionalização. A continuidade desse processo culmina em perda do sentido existencial.

Do livro: PSICOTERAPIA À LUZ DO EVANGELHO DE JESUS
            Alírio de Cerqueira Filho

5 comentários:

aristo disse...

Boa noite Denise,

Um lindo final de Domingo de Páscoa.
Espero que tenha tido um lindo dia como eu.
Desculpe-me não ter passado antes por aqui

Abraços e um boa semana.

Beijos
Aristides

Bel Rech disse...

A lei do retorno, dá mesma maneira que coloca para fora, independente para quem seja essa raiva, isso volta...
Feliz Páscoa!!!

aristo disse...

Boa noite Denise,

Um lindo final de Domingo de Páscoa.
Espero que tenha tido um lindo dia como eu.
Desculpe-me não ter passado antes por aqui

Abraços e um boa semana.

Beijos
Aristides

Jeanne disse...

inevitavelmente todos usamos os mecanismos de defesa de vez em quando, muitas vezes inconscientemente, para isto servem eles, mas não podemos persistir sem uma análise íntima do nosso comportamento, mudando o que se pode mudar. e graças a Deus sempre podemos mudar, mas tem que querer, e querer muito!
Beijos

Pris Benedetti disse...

Às vezes é mais fácil atacar do que compreender ou até mesmo tentar resolver o problema.
Tem um selo te esperando lá no meu blog, Bate Papo com a Pris.

Uma ótima semana pra você.

Beijinhos