- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quinta-feira, 6 de março de 2014

BAIXA ESTIMA II

             
                A doença sempre tem uma intencionalidade e um objetivo, surgindo nas criaturas de baixa estima a fim de alertá-las de que existe uma descompensação psíquica e da necessidade de harmonizá-la.
                Os traços psicológicos dos indivíduos que sentem autopiedade são reconhecidos pela ausência de experiências interiores. Eles possuem uma restrita visão de seu ritmo interno, não valorizam seu mundo íntimo nem desenvolvem seu potencial inato quer dizer, suas capacidades latentes.
                O que acontece é que estamos saindo da inconsciência para a consciência, da transitoriedade para a permanência, da personalidade para a individualidade, da razão para a intuição, do estar para o ser. Eis o processo de evolução das almas!
                Portanto, pela ignorância e simplicidade inatas, não quer dizer que somos inferiores por criação divina. Filhos de Deus são perfectíveis; não foram criados inferiores, mas sem ciência de si mesmos. Simples significa – básico, espontâneo, natural e primário. Ignorante – aquele que não tem consciência de si mesmo. Temos, portanto, a explicação da analogia feita pelos espíritos iluminados na questão em estudo.
                Todas as nossas capacidades e idéias criativas estão potencialmente presentes, mas os seres precisam apenas de tempo para integrá-las em definitivo. O nosso desenvolvimento espiritual consiste, unicamente, na modificação da nossa maneira de ver, e isso nada mais é do que a expressão de uma nova visão de nós mesmos e do universo.


Do livro: As Dores da Alma – Francisco do Espírito Santo Neto/Hammed
imagem: sandramluz2010.blogspot.com

2 comentários:

Zilani Célia disse...

OI DENISE!
BOA LEITURA E REFLEXÃO PARA FINALIZAR O DIA...
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

tesco disse...

Hammed dispõe tudo em termos simples:
"Filhos de Deus são perfectíveis; não foram criados inferiores, mas sem ciência de si mesmos".
Eis algo que os adeptos de Roustaing e Ubaldi deveriam ler com atenção.
Beijos.