- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

O ÓBVIO, NÃO É TÃO ÓBVIO ASSIM

                Ao observar os processos de qualquer empresa, seja ela pública ou privada, e em qualquer segmento, constata-se que os erros a atrapalhar todas as operações e causar constrangimentos com clientes e prejuízos de toda ordem ocorrem porque e alguma etapa da operação o tal do óbvio não foi feito.
                É óbvio que, para o cliente, ao não receber uma mercadoria a ele enviada, a nota fiscal e seu respectivo boleto devem ser cancelados, caso contrário o cliente será cobrado por uma mercadoria que não adquiriu.
                É óbvio que, se um professor lançar a nota errada do aluno, deverá fazer a correção o mais rápido possível, caso contrário o boletim do discente sairá com nota errada.
                É óbvio que, se eu dirigir o carro de minha empresa de forma indisciplinada, poderei causar um sério acidente ou levar uma multa de trânsito.
                O mesmo se dá nos relacionamentos humanos que, não raro, azedam porque faltou a observação do óbvio por um dos envolvidos.
                É o amigo que se esquece de dar os parabéns.
                O cônjuge que não se recorda da data de casamento.
                O filho que deixa de telefonar aos pais em datas especiais.
                As lembranças seriam óbvias em se tratando de pessoas que amamos e estimamos, mas...
                Sejamos sinceros: O óbvio parece ser a parte mais complicada de se realizar, porquanto comumente é ignorado.
                Entretanto, já que falamos tanto de óbvio, vejamos como o dicionário define esta palavra: que está diante dos olhos; que salta à vista; manifesto, claro, patente.
                Interessante definição, porém, com observação um pouco mais acurada dos processos e da própria condição de seres humanos em construção cai por terra, porque nem sempre o que está diante de seus olhos está diante do meu.
                Nem sempre o que para você é elementar o é para mim, e, também, nem sempre o que para mim é fundamental o é para você.
                E por quê? Porque somos seres diferentes e com isso enxergamos a vida e as situações que a compõem de forma completamente distinta da que outras pessoas enxergam.
                Criados por Deus simples e ignorantes, estamos, à custa de tropeços, quedas e arribadas, aprendendo a lidar com o óbvio.
                Impossível, portanto, falar que o óbvio para um é o mesmo óbvio para todas as criaturas.
                Você provavelmente deve estar se perguntando: ora, se você afirma que o óbvio não é tão óbvio assim, porque depende da condição de cada criatura enxergar mais ou menos as situações da vida, como então, melhorar processos em empresas ou mesmo o relacionamento humano a fim de atingir excelência?
                Simples. Esses enganos e desenganos, que surgem e ressurgem por conta de não nos atentarmos que o óbvio para nós não o é para o outro, podem ser sanados com comunicação.
                Basta iniciar nas empresas, no recinto religiosos ou no lar um processo de compreensão de que é preciso comunicar-se de forma eficaz e clara, sem querer adivinhar ou pensar pelo outro. Sem considerar que o meu óbvio é o mesmo que o seu.
                Portanto, fundamental falar abertamente o que se espera e o que se quer, não deixando nada subentendido para que as pessoas “pesquem”.
                Seja, pois, claro em suas atitudes, fale com firmeza com sua equipe, seu esposo, seus filhos, e deixe transparente o que você quer e espera deles, porque, sejamos sinceros: é óbvio que o óbvio não existe.

Wellington Balbo


Fonte: Jornal Espiritismo Estudado – março/2015
imagem: google

2 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Texto proveitoso, cara amiga Denise. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um dia abençoado.

Maria José Rezende de Lacerda disse...

Olá amiga. Incrível este texto. Semana passada fiz um curso sobre como dar e receber feedback e fala justamente sobre isto. Bjs.