- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


terça-feira, 10 de maio de 2016

VIOLÊNCIA E JESUS

                Diante da agressividade que te vigia, impiedosa, exerce o equilíbrio, guardando serenidade.
                Em todos os trâmites da vida, Jesus é o modelo e guia em quem encontramos a diretriz de segurança.
                Acicatado pela impiedade farisaica, Ele preconizou o amor indistinto.
                Perseguido pela malta irresponsável, Ele recomendou o perdão.
                Instado a aceitar a justiça arbitrária, Ele propôs a resignação e a humildade.
                Antes, porém, em todos os Seus passos, vemos Sua vida assinalada pela total abnegação, com que estabeleceu, na Terra, o primado do Espírito Imortal.
                Quando a fome angustiava a multidão, Ele transformou peixes e pães em abundante repasto para todos.
                Quando defrontou a mulher equivocada, que lhe foi trazida para lapidação, Ele ensinou misericórdia.
                Insulado, na soledade, buscou Deus.
                Abandonado pelos comensais do seu afeto, volveu a demonstrar fidelidade ao amor.
                Traído por um amigo, distendeu a Sua magnanimidade como lição de complacência.
                Nunca receitou a violência.
                A violência, nos quadros do Cristianismo, não vige, em página alguma.
                Quando hoje, a Terra em aturdimento estertora sob os guantes da agressividade e da violência, que se transformam em lobos ferozes, apavorando os homens, Jesus prossegue o modelo.


Fonte: ALERTA – Divaldo Pereira Franco/Joanna de Ângelis
imagem: google

Nenhum comentário: