- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sábado, 12 de abril de 2014

EFEITO ADDAMS

                É natural sempre que saímos da companhia de algumas pessoas ou de determinados ambientes desagradáveis comentarmos sobre o peso do ambiente ou do nível das conversas. Inconscientemente, sabemos que tudo que existe tem à sua volta a vibração que lhe é natural. Em se tratando do ambiente, claro que ele é resultado do que falam e pensam seus habitantes.
                Esta vibração característica a cada pessoa e que pode impregnar lugares, pode ser definida como uma psicosfera ou uma atmosfera psíquica que nos envolve como reação de tudo que pensamos.
                Cada um de nós carrega consigo o resultado do que produzimos em nosso interior. A maneira mais fácil de entender isso é através do efeito Addams e destaco este termo devido ao seriado da televisão chamado Família Addams, onde havia, entre os personagens, uma nuvem preta que os acompanhava onde iam. Pois bem, o mesmo ocorre conosco. Quando reclamamos constantemente, acabamos criando nossa psicosfera pessoal como uma verdadeira nuvem preta que nos segue e influencia o tempo todo. É como se fosse nosso inferno pessoal e vai onde vamos.
                Nem precisamos de muita reflexão para definir que tipo de companhia espiritual é atraída por esta nuvem, que encontra ressonância no mundo dos espíritos novamente obedecendo a lei de simpatia, onde os semelhantes se atraem.
                É por este ponto de vista que sempre que temos uma companhia espiritual desagradável, devemos entender muito mais como um convidado atraído por aquele que sofre a perturbação do que um intruso pernicioso.
                Somos responsáveis por nós mesmos e isso é ótimo, afinal, é baseado nisso que poderemos sempre modificar nossas disposições mentais e, desta forma, a própria vida.


Do livro: Terapia Antiqueixa – Roosevelt Andolphato Tiago

Um comentário:

tesco disse...

Por isso que procuro sempre visitar seu blog, Denise, lugar de nuvens brancas, alvas e luminosas.
Deus te guarde!
Beijos.