- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sábado, 20 de agosto de 2011

APRENDER A FAZER

                Informação é cultura, mas a cultura em si não abriga o saber, porque o saber implica o uso da informação para gerar a transformação.
                O estudo minucioso do saber fazer inclui a interação do aprendiz com os veiculadores do conhecimento em tarefas grupais, participativas, dialogais, com plena troca de informações na construção do saber.
                Questões acerca do como fazer:
  • Como aprender a dialogar?
  • Como amar a si mesmo?
  • Qual a fórmula para efetivar o perdão verdadeiro?
  • Qual o remédio para o melindre?
  • Existe uma forma de controle da irritação?
  • Como vencer os conflitos sexuais?
  • Como amar os inimigos?
  • Como superar os impulsos mentais de violência?
  • Como dominar as desordens nos raciocínios, quando nos encontramos sob pressão?
  • Como discordar e criticar sem gostar menos?
  • Qual o caminho para formar uma equipe harmoniosa?
  • Qual a forma prática para sermos bons parceiros dos bons espíritos?
  • Como penetrar nos labirintos do personalismo em nossa intimidade?
  • Como fazer o autoconhecimento?

                E ênfase dada à instrução precisa ser seguida de uma pedagogia mais palpável que permita aos estudantes a melhor absorção vivencial dos conhecimentos.
                Enumeremos quatro referências que merecem reciclagem e aperfeiçoamento na criação de ambientes educativos.

1.Transmissão do conteúdo – o importante é saber pensar
2.Pedagogia do afeto – relação parceira, interativa.
3. Projetos vivenciais – propiciar encontros humanos.
4. Relacionamentos educativos – os valores do respeito e da solidariedade mútua garantem a expressão dos significados pessoais e a valorização de todas as atividades.

Do livro: MEREÇA SER FELIZ – Superando as ilusões do orgulho
Wanderley S. de Oliveira – Espírito Ermance Dufaux    

Glitter Symbols - ImageChef.com

4 comentários:

soninha disse...

Texto rico,sábio e valioso!
Em verdade eu sou espírita e conheço as obras que citaste.Acredito que a depressão seja por conta de vidas passadas, mas não especulo.
Oro, leio e me cuido.Mas sabe como é...basta se estar na matéria para se derrapar com mais facilidade.
Não tenho do que me queixar pois sei que estou a colher o que eu mesma semeei,só que a colheita às vezes é meio complicada.
Vá em frente e que Deus te ilumine e seja a tua bússola eterna.PAZ.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
O desafio do auto conhecimento é um caminho árduo mais indispensável...
Bjs de paz e ótimo fim de semana

Lecy'ns disse...

Olá...
Obrigada pela visita e coments no blog, Seja Bem Vinda!
Gostei muito do teu blog.
Esse post é de uma informação muito reflexiva, nos reciclarmos constantemente deveria fazer parte naturalmente de cada ser humano, como precisamos ainda avançar nesse aspecto.
Um grande abraço, e volte sempre lá no blog!
Belo Domingo pra você!

Valéria disse...

OI Denise!

A sabedoria vai mais além das teorias pedagógicas, inclui um vivenciar reflexivo.

Beijos e uma ótima semana!