- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

OBSESSÃO E ORGULHO I


                Podem ser obsidiadas quaisquer pessoas, desde que haja um processo de domínio mente a mente.
                Essa patologia espiritual expressa-se de formas subliminares, tornando-se um quadro de difícil diagnose pelas expressões sutis que alcança.
                A base para a existência da obsessão é a presença de um elo justificável entre quem se encontra no corpo e quem se encontra na erraticidade.
                O amor compra-nos a inimizade e revolta naqueles corações fora do corpo, porque buscamos beneficiar suas vítimas em nossas tarefas de alívio e orientação. É da lei que o sacrifício faça parte de algumas vivências daquele que ama, a fim de poupar o sofrimento de quantos estejam abatidos sob o peso das lutas provacionais de cada dia. É quando o trabalhador do bem é convocado a assumir parte do ônus psíquico do outro, em nome da caridade que amenizará a dor e a tormenta alheia. Naturalmente, esse processo obedece ao controle da Divina Providência, mas os espíritas necessitam ter mais atenção no monitoramento e na ampliação de sua visão acerca das responsabilidades que assumiram na lavoura doutrinária, para não acolher como sendo suas as induções de desânimo e deserção que freqüentemente advém de semelhantes episódios do labor fraternal.
                Temos um orgulho sutil, o de achar que não seremos obsidiados porque estamos no trabalho do bem e do amor.
                A lógica espírita ensina-nos o oposto. A resistência moral e a maturidade só serão alcançadas à custa de muito esforço e na medida de nossa capacidade individual de vencer a nós mesmos, embora alguns corações embevecidos pelo ideal da transformação de si mesmos esperam a “transformação por osmose” através de orações, tarefas, passes e outros benefícios de fortalecimento.
                Harmonia interior é fruto de esforços auto-educativos exercidos no cumprimento fiel dos roteiros de crescimento.
                A obsessão é teste de aprimoramento e reeducação.

(continua)

MEREÇA SER FELIZ – Superando as ilusões do orgulho
Wanderley S. de Oliveira – Espírito Ermance Dufaux    

Glitter Symbols - ImageChef.com

2 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Amiga Denise, venho aqui para aprender com os teus posts instrutivos.
Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

Verinha disse...

Bela mensagem,muito verdadeira.Que o seu dia seja iluminado.Beijos