- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


terça-feira, 31 de janeiro de 2012

TEORIA E PRÁTICA I


            As bibliotecas terrestres sempre estiveram superlotadas d e obras portadoras de excelentes teorias sobre os mais diferentes assuntos que dizem respeito à humanidade.
            Pensadores inspirados, em todas as épocas, ofereceram imensuráveis legados de teorias nobres umas, ridículas outras, profundas algumas e diversas insensatas, proverbiais em grande número e levianas também incontáveis, tentando auxiliar o processo da conquista da felicidade.
            Lamentavelmente, lideranças perversas, utilizado-se da computação e insinuando-se por esse poderoso veículo de comunicação, adentram-se na intimidade doméstica e conquistam jovens inexperientes e sonhadores, exercendo sobre eles uma influência maléfica, destrutiva. Pervertidos induzem-nos a atitudes agressivas, contrárias à cultura e à ética, disseminando a pedofilia, a anorexia, a bulimia, a prostituição, a drogadição, o suicídio... como espetáculos de exaltação da personalidade enferma.
            Formam-se clãs e grupos odientos que se comprazem em gerar dificuldades para a comunidade, assumindo os instintos agressivos que deveriam ser educados, e disseminando o crime, a crueldade.
            As teorias nascem no imo do ser que aspira pelo novo, pelo diferente, pelo melhor, muitas delas inspiradas pelos desencarnados que convivem com as criaturas humanas, estimulando-as nas suas tendências felizes ou viciosas, que aumentam com carinho ou ferocidade, cominados pelos sentimentos ditosos ou infelizes que os caracterizam.
            Vivendo-se num mundo de intercâmbio espiritual, muitas dessas teorias são insufladas por mentes que estagiam além da morte e comprazem-se em conduzir para o bem ou induzir à prática do mal as criaturas com as quais se encontram em sintonia.
            Em razão da multiplicidade de teoria, dentre as sublimes como as mais grotescas, somente uma análise cuidadosa pode selecionar as que devem ser colocadas em prática, em detrimento daquelas que são frutos das aberrações morais e espirituais em que se demoram uns e outros comensais do intercâmbio.

(continua)

Do livro: Entrega-te a Deus     
Divaldo Pereira Franco/Joanna de Ângelis

Glitter Symbols - ImageChef.com

2 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Muito bom, amiga Denise.
Um abraço fraterno. Tenhas uma noite iluminada.

Élys disse...

É preciso prestar muita atenção a todas as ideias que passam pela nossa mente e orar muito para não se deixar influenciar por sugestões negativas.
Beijos.