- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


terça-feira, 17 de janeiro de 2012

SUBA MAIS ALTO

Não lhe fira a calúnia. Viva de modo que ninguém possa acreditar no caluniador.

Não se atrase, em face da perturbação. Siga seu caminho, atendendo aos objetivos superiores da vida, porque os perturbadores são inumeráveis.

Não lhe doa a acusação indébita. Você pode realizar muitos planos valiosos, em contraposição aos acusadores gratuitos.

Não se incomode pela desconfiança descabida. Em qualquer lugar, você pode empregar a boa consciência no serviço honesto.

Não desanime, em razão da crítica. Se a censura é serviço cabível a qualquer um, a realização elevada é obra de poucos.

Não se aborreça em virtude de pareceres desfavoráveis. Se você permanece consagrado ao bem, a aprovação da própria consciência prepondera acima de qualquer opinião por mais respeitável.

Do livro: Agenda Cristã – Chico Xavier/André Luiz

Glitter Symbols - ImageChef.com

5 comentários:

Orvalho do céu disse...

Olá, querida Denise
Espetacular essa ascese do coração!!!
Bjm de paz e esperança

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Que texto maravilhoso, Denise.
Muita sabedoria. Seguindo essa
lição, realmente, tudo fica bem.

Meu abraço.
Que a paz esteja com você!

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

BOM DIA DOCINHO SAUDADES COMO SEMPRE SEU CANTINHO TA LINDO...
Abra a janela do seu...
    coração e deixe entrar por ela tudo
   de mais lindo como...
   AMOR,PAZ e AMIZADE
enfim tudo que venha tornar
   voce extremamente feliz!
Pois Deus te deu a vida...
e sua vida tem que ser vivida
sempre com toda... Felicidade!
bjos no seu ♥de marcia

Marlene disse...

querida Denise que mensagem linda amiga quando caminhemos pela senda do bem não devemos temer calúnias e difamações para o justo a verdade sempre prevalecerá como o sol e a luz do dia uma mensagem muito especial um grande abraço marlene

RUTE disse...

Este seu texto recordou-me uma cena do filme Matrix, em que Neo desvia-se das balas que são disparadas contra ele.

Não ser atingido pelo que os outros falam de nós, ou fazem contra nós, depende do estado egoico em que nos encontramos.

Beijinhos.
Rute