- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sábado, 9 de agosto de 2014

JESUS E TORMENTOS I

Genericamente, o homem tem sido considerado como a massa física e mental, ainda incompleta, que demanda o túmulo e ali se consome.
As religiões reportam-se à alma com um destino adrede fixado para o futuro, repousando na ociosidade ou padecendo na punição intérmina.
O mundo é, para os primeiros, um lugar de prazeres imediatos com a inevitável presença do sofrimento, que faz parte da sua imperfeição; para os segundos, é “vale de lágrimas” ou “lugar de degredo”.
De um lado, a simplista informação do nada após a morte; do outro, a fatalidade preestabelecida, violando os códigos do querer, do lutar, do vencer.
Uma e outra corrente de pensamento conduz, inevitavelmente, aos tormentos.
Aqui, o gozo até a lassidão dos sentidos, e ali, a amargura frustrante, a castração da alegria em mecanismos de evasão da realidade.
Fundamentados nessas propostas, surgem aqueles que vivem para fruir e os que se recusam à satisfação.
Jesus foi o protótipo da felicidade.                                                                                
Amava a Natureza, os homens, os labores simples com os quais teceu as Suas maravilhosas parábolas.
Não condenava as condições terrenas, não as exaltava.
Na posição de Mestre ensinava como se devia utilizá-las, respeitando-as, com elas gerando alegria entre todos, abençoando-as.
Como Médico das almas propunha vivê-las sem pertencer-lhes, assinalando metas mais elevadas, que deveriam ser conquistadas com esforço pessoal.

Fonte: JESUS E ATUALIDADE              

DIVALDO PEREIRA FRANCO/JOANNA DE ÂNGELIS
imagem: estilojesus.blogspot.com

5 comentários:

Ghost e Bindi disse...

Estamos no mundo, mas não pertencemos ao mundo...usamos a matéria, não devemos deixar-nos ser usados por ela.
A sabedoria deste texto talvez só seja experimentada, por muitos, após várias quedas e sofrimentos, até aprenderem a andar pelo caminho do equilíbrio entre corpo e espírito...

Agradecemos a sua visita, Denise. É muito bom saber que há pessoas que partilham de nossa visão e buscam um mundo mais harmonioso.
Feliz domingo!
Abraços
Bíndi e Ghost

Evanir disse...

Nesse Domingo comemora o dia dos pais
muitos como eu já não tem mais
a alegria da presença física de pai.
Por isso de alguma forma nesse dia
procuro estar feliz da forma
que meu pai sempre gostou.
Com certeza ficaria muito chateado
se pudesse me ver chorar nesse dia.
Guardo na memoria um pai que
mesmo sendo bravo a moda antiga.
Fui muito amada..
recordo com infinita saudades
quando brincava passando em meu rosto,
a barba por fazer.
Do almoço Domingueiro onde
minha mãe fazia a pasta
deliciosa que ela fazia.
Um abençoado final de semana.
Feliz dia dos pais independente
da Circunstância.
Beijos no coração carinhos na alma.
Evanir.
Deixei mimo na postagem como
lembrança desse dia.

Pérola disse...

Um Homem sem igual, sem dúvida.

beijinhos

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Denise
E, justamente por isso, que ELE só deseja que sejamos felizes e abençoados!!!
Bjm fraterno de paz e bem

tesco disse...


ardec, só existe UMA fatalidade: EVOLUIR!
Beijos.