- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


domingo, 24 de agosto de 2014

O PERDÃO DAS OFENSAS II

                Não sabes como se encontra aquele que se ergue para ferir-te, acusar-te.
                Ignoras como vive intimamente quem se fez inimigo revel.
                Desconheces a trama em que tombou o companheiro, a ponto de voltar-se contra ti.
                Ainda não experimentaste a dolorosa aflição que padece o outro – o que está contrário a ti e te flecha com petardos venenosos, amargurando-te as horas...
                É certo que nada justifica a atitude inimiga, a posição agressiva, a situação adversária.
                No entanto, se fosses ele, talvez agisses da mesma forma ou pior.
                Para evitar que isso te aconteça, exercita o perdão, preparando-te para não tombares na rampa por onde outros escorregaram...


Fonte: ALERTA – Divaldo Pereira Franco/Joanna de Ângelis
imagem: fabricadepoesia.blogspot.com

2 comentários:

Zilani Célia disse...

OI DENISE!
GOSTO MUITO DOS TEXTOS DE DIVALDO PEREIRA FRANCO E ESTE NÃO FUGIU A REGRA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

tesco disse...


"Antes de condenar teu irmão, anda pelo menos
uma milha, com as sandálias dele".
Os índios norte americanos também receberam boa
instrução espiritual.
Pena que não os deixaram aplica-las.
Beijos.