- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sexta-feira, 17 de junho de 2016

CASAMENTO E AMOR VII

O Pilar Moral
                É indispensável analisar em que padrão ético a dupla está ancorada, para se perceber o grau de sanidade em que vai se movimentar.
                Daí ser fundamental saber que a moral tem em grande parte sua origem na base familiar, por meio dos princípios e valores postos como pilotis na construção do edifício da personalidade naqueles que emergem como filhos.
                Pelo menos identificando a conduta dos pais se terá , em boa medida, o grau de influência que a educação legou para aqueles que pretendem um bom casamento.
                É verdade que o espírito pode trazer uma boa bagagem espiritual que muitas vezes se sobrepõe à má-educação parental, e vice-versa, espíritos de índole precária que não assimilam as contribuições dos seus tutores. No entanto, não se pode negar sem negligenciar a margem de interferências que os pais exercem na formação do caráter de seus filhos pela educação moral.
                Também a formação religiosa não pode ser desconsiderada, em face da contribuição que pode oferecer na estruturação moral de cada pessoa.

(continua)


Fonte: CASAMENTO: A ARTE DO REENCONTRO – ALBERTO ALMEIDA
imagem: google

Nenhum comentário: