- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sexta-feira, 7 de outubro de 2011

TEIA AMBIENTAL - blogagem coletiva

SOS MEIO AMBIENTE           

        O habitat de animais silvestres da região de Rio Preto é cada vez menos natural. Répteis, aves e mamíferos são acuados por queimadas causadas pela atividade agrícola e o desmatamento da mata nativa e fogem para a área urbana em busca de abrigo, comida e água. Além de ser prejudicados pelo crescimento dos municípios e o avanço da cana-de-açúcar nas propriedades, os animais são obrigados a conviver com outro inimigo, tanto ou mais letal: o caçador.


        A região funciona como um entreposto do tráfico nacional e internacional de animais, em razão da localização estratégica e da facilidade de acesso. Os animais caçados em âmbito regional são vendidos para criadores na própria localidade ou levados para São Paulo (capital), outros estados e até para o exterior. A carne também termina consumida.


        Apesar dessa agressão à fauna, ninguém é preso em flagrante por saquear o meio ambiente. A exceção fica por conta de quem é flagrado com arma de fogo, um crime inafiançável. Nas ocorrências normais, os autores são liberados para responder ao processo criminal em liberdade. A condenação, na maioria dos casos, tem a pena convertida em prestação de serviço à comunidade ou pagamento de cesta básica.
        Quem é flagrado com um animal silvestre em cativeiro paga multa de R$ 500 por unidade. Quando se trata de espécie em extinção, o valor sobe para FR$ 5 mil.
        Os animais encontrados machucados, tanto na área urbana e rural ou na mão de caçadores, são encaminhados para tratamento no Bosque Municipal (ferimentos leves) e Hospital Veterinário da Unirp (casos graves). A instituição médica e de  ensino registrou aumento de 59% nos atendimentos.


        A maior parte dos atendimentos são causados por acidentes de trânsito. O restante é dividido entre queimados, vítimas de maus-tratos e filhotes. Só são reinseridos na natureza quando se recuperam plenamente, ou seja apresentam provas de que podem caçar e se movimentar com destreza pela mata.

Extraído do Jornal Diário da Região de 22/05/2011
São José do Rio Preto

ImageChef Word Mosaic - ImageChef.com

10 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Querida
Vivi isso na pele quando morei na Região Norte do Brasil... e por aqui perto, no interior do RJ, há tanta barbaridade que ninguém imagina que exista...
Bjm de paz e avise à Flora e ao Gilberto, amiga...

Élys disse...

O homem destruindo impunemente a natureza. É uma pena que assim seja.
Bom fim de semana.
Beijos.

Calu disse...

Denise,
é flagrante o descaso no controle da observação das leis que protegem o meio ambiente e a fauna nativa.Dá repulsa vermos a crueldade com a qual são tratados os animais arrancados de seu habitat.Depois acontece,como já há anos ,no Rio e em outras capitais, o aumento de epidemias e pragas devido ao desequilíbrio da cadeia alimentar natural.
Tais manifestos devem ser continuamente divulgados para não serem esquecidos, ao menos, pela população.
Excelente participação.Gostei muito.
Bjos,
Calu

Flora Maria disse...

Essas atitudes para com os animais me deixam muito triste e revoltada!
Quando será que o Homem vai ver seus irmãos dos outros reinos como seus iguais ?

Só agora coloquei minha participação na Teia e irei colocando a relação dos participantes. O dia hoje foi corrido !

Beijo

Maria Alice Cerqueira disse...

Bom dia Amiga
Hoje vim só para lhe agradecer
Com um simples dizer
Muito obrigado pelo seu carinho
Lá no meu cantinho.
Muito obrigada pela terna alegria
Que me traz a cada dia
Com a presença de sua luz
Você me conduz
Ao encontro do segredo de tudo saber
Que está dentro do meu ser.
Obrigada por me ajudar
A ver e a sentir a realidade
Que me ajudará a caminhar
Ao encontro da minha felicidade.
Querida amiga
Nesta cantiga
Quero apenas reforçar a minha gratidão
Obrigada por me estender a sua mão.
Obrigada por me falar
Com o sentimento de seu coração,
E por me mostrar
O valor de ser amigo
Que contigo
Veremos o bem se fortalecer
E o mau enfraquecer.
E assim a amizade será de verdade
Para toda a eternidade!
Tenha um bom fim de semana
Abraço amigo
Maria Alice

Zininha disse...

Isso é triste demais...

Quando vejo animais sendo maltratados, sinto um dor muito grande...

e peço a Deus que coloque no caminho deles, pessoas que cuidem deles com amor...

São anjos sem asas, guiados por Deus...

triste e oportuna sua colocação amiga...

um abraço Denise...

RUTE disse...

Oi Denise,
coitados dos papagaios!
Parecem refugiados de guerra :(
Vitimas do desenvolvimento humano.

Este mês acho que não vou postar para a Teia, no entanto, não quis deixar de vir, conhecer vossa participação.
Beijitos.
Rute

Lina disse...

Olá, Denise!Ao ler o teu texto não pude deixar de sentir tristeza pelos animais maltratados, arrancados do seu habitat e mortos cruelmente e também pelos homens que fazem isso, demonstrando a pouca evolução espiritual que têm.
Estas situações tem de ser mencionadas e repudiadas para que as pessoas tomem outros rumos!
Beijinhos

Regina disse...

Que coisa mais triste, Denise. Não consegui nem ler toda postagem.
Isso me entristece muito.
As vezes penso em voltar para o Brasil, mas quando vejo o descaso total com o nosso Planeta, eu recuo, e não quero + voltar.

Solange Maria disse...

É muito triste o que essas pessoas fazem com a fauna e a flora brasileira, a justiça deveria ser mais rigorosa com esses traficantes, mas só apreende os animais e com pagamento de fiança solta o meliante. Tráfico de animais deveria ser um crime inafiansável. Talvez assim eles pensassem duas vezes antes de praticar o crime. Muito obrigado por ter passado lá no me blog Gotas de Luz e Amor. Volte sempre será muito bem vinda.