- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -
PODEM NOS TIRAR AS FLORES, MAS NUNCA A PRIMAVERA.

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

VIVER COM ALEGRIA II


Quando o indivíduo introverte os sentimentos e deixa-se vencer pela carranca, os conflitos que o aturdem dificultam-lhe o discernimento em torno dos valores legítimos da existência. Invariavelmente tornam-no amargo, pessimista ou agressivo, não poucas vezes dando lugar ao transtorno da distimia, a que se entrega inerme.
            O renascimento do espírito no corpo tem por sentido profundo a superação das marcas do passado, devendo esforçar-se por substituir os tormentos íntimos pelas contribuições da saúde emocional e da alegria de viver.
            Dar-se conta de que possui um corpo com as suas funções em plena execução, salvadas as exceções daqueles que estorcegam nas expiações de que necessitam, deve inicialmente proporcionar um grande bem estar.
            Poder ver-se sem maiores problemas nos órgãos dos sentidos, enquanto outros experimentam inibições e limitações que s esforçam por superar, já é uma suprema dádiva que merece gratidão e júbilo.
            Nada obstante, em razão do temperamento hostil, em tudo vê amargura, sempre reclamando, quando poderia modificar a óptica pela qual observa a vida, colorindo os tons cinza com o arco íris da alegria.
            Abençoa, desse modo, as oportunidades de que desfrutas para viveres o dom da alegria.
            Se, por acaso, ainda não encontraste Jesus, busca-o na reflexão profunda ou mergulha na oração destituída de ornamentos, abrindo-te à magia desse Homem Incomparável que dividiu a história da humanidade, e a tua existência adquirirá sentido e significado.
            Ninguém que seja saudável pode viver sem o contributo especial da alegria, que é um hino de louvor à vida e ao universo.
            A alegria renova as paisagens interiores e pode ser encontrada nas coisas mínimas.
            Se observares tudo quanto sucede em tua volta, encontrarás a ordem, o equilíbrio, a beleza, mesmo na decomposição da matéria eu passa por transformações necessárias ao surgimento de formas novas e manutenção do que existe.
            Alegria de viver é a maneira adequada de agradecer a Deus a bênção da reencarnação.
            Não te permitas, em circunstância nenhuma, o abismo da revolta geradora da tristeza e da melancolia de longo e pernicioso curso.
            Exulta de alegria, e entrega-te a Deus, cantando-Lhe um hino de louvor.

Do livro: Entrega-te a Deus     
Divaldo Pereira Franco/Joanna de Ângelis

Glitter Symbols - ImageChef.com

4 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Passei a atarde toda cantando no Coral e estou alegre e em paz... cultivar a alegria é preciso...
Bjm de paz e ótimo fim de semana

Valéria disse...

Oi Denise!
Na prática nem sempre é fácil encarar a vida com suavidade, com leveza, mas que isso torna nossa existência mais harmônica e tranquila, não resta dúvida.
Beijos e um fds de paz!

Ana Rita Profirio disse...

Boa Tarde Denise! Conheci seu blog
através do blog a arca do autoconhecimento. Ainda sei pouco sobre espiritismo, mais com ajuda de blogs como o seu, com certeza aprenderei cada dia mais.Com relação ao seu post, não é facil não, tem dias que são bem pesados,
mas viver é preciso evoluir também! Então porque não viver com alegria não é mesmo?

Vou aproveitar e te convidar a conhecer o meu cantinho. Beijos!!
Muita Paz! Muita Luz!

A alegria é a saúde da alma, e o otimismo é a alegria de amanhã, bem aproveitada no dia de hoje.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Importante texto, para se refletir e ajudar a superar as mágoas, as tristezas que encontramos no nosso caminhar.. Só com a alegria, será possível essa plenitude na alma...

Esteja em paz, Denise!