- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

- * - * - * - * - * - * - * - * - * - * -

CONHEÇA O ESPIRITISMO - blog de divulgação da doutrina espírita


sábado, 12 de março de 2011

AUTO ENCONTRO I

            Possuímos duas estruturas em nosso psiquismo: o ego e o Ser Essencial (self).
            O Ser Essencial é a essência Divina amorosa que todo ser humano é, imagem e semelhança do Criador, e o ego é fruto da imperfeição e ignorância que ainda existem em nós formada pelo desamor e pelo pseudo-amor.
Ser Essencial – é o centro da consciência, onde estão fixadas as características positivas e os valores reais do indivíduo. É o self, o nosso lado luz, amoroso, bom e belo, é a Essência Divina que somos. É o estado no qual encontramos todas as potencialidades de forma latente que vão emergir e se desenvolver, a partir do momento em que o indivíduo se identifica consigo mesmo, cujo ponto culminante é o estado de iluminação.
            Nele originam-se todos os sentimentos nobres que nos caracterizam, derivados da energia de amor que o  compõe.
            É um campo de energia eletromagnética que pode estar expandido ou inibido, dependendo das camadas exteriores que compõem o ego. É o espírito propriamente dito.
Ego – camada de ignorância que envolve o Ser Essencial, onde ficam registradas todas as experiências equivocadas, nas quais não colocamos em prática o amor essencial. É composto de duas partes:
- Negatividades do Ego – onde ficam registrados todos os sentimentos que representam a ausência do valor essencial.
            Esses sentimentos negativos apenas representam o movimento egóico de não-valor e por isso transitórios. Existem enquanto não nos dispomos a cultivar os sentimentos reais.
- Máscaras do ego – é a parte disfarçada, onde o ego lança mão dos seus instrumentos de defesa e fuga.
            As máscaras originam-se na energia de pseudo-amor, onde o indivíduo mascara as negatividades do ego com sentimentos aparentemente positivos.
            Observando superficialmente os sentimentos mascarados, tem-se a impressão de que eles são reais, mas se os analisarmos profundamente perceberemos que eles são falsos, pois continuam sendo um não-valor que se origina na energia do pseudo-amor para encobrir sentimentos oriundos na ausência do amor.
            As máscaras podem impedir o contato mais profundo com o Ser Essencial, pois, ao parecer que cultiva os valores essenciais, o indivíduo cristaliza esses sentimentos falsos.

Do livro: PSICOTERAPIA À LUZ DO EVANGELHO DE JESUS
Alírio de Cerqueira Filho

4 comentários:

Janetinha disse...

Oi. Obrigada pela visita. Seu blog também é ótimo, os ttextos são excelentes. Voltarei sempre. Bjos.

SARA disse...

Oi Denise!
Obrigada pela visita ao Saracotear!
Também gostei muito do seu Blog e com certeza saracotearei sempre por aqui.
Bjs.

☂☂DrikaBello☂☂ disse...

Flor vim te convidar a conhecer meu bloguito e participar do 1º sorteio que tá rolando lá(um lindo chinelinho Indaià).
Passa lá gata e participe ok..
http://drikabello.blogspot.com/

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Denise querida,

Parabéns pela postagem.
Muito bem orientadas as explicações, perfeitas!!!
Um grande beijo em seu coração!